PÉRICLES NEVES

Um eterno aprendiz.

Textos

O AMOR
  O amor tem vários significados, saberemos se nós pesquisarmos nos diversos dicionários existentes.
   O amor é um sentimento, logo é emoção.
   Para que haja o amor é necessário que haja o EU e o TU, ou o EU"  e o OUTRO.   O amor é alteridade é reconhecer no outro, as suas diferenças.
   O amor é matemática é intercessão, pode ser positiva, é aquela que é subjetivamente boa,
No sentido de bem-estar, entre as pessoas.   É negativa, aquela que é subjetivamente ruim, no sentido de mal-estar, para as pessoas.   Intercessão confusa, aquela que deixa as pessoas envolvidas, sem saber determinar propriamente o que estão vivenciando.
   Intercessão indefinida, aquela que oscila com freqüência suficiente, de tal modo que não se pode entendê-la, tal qual nenhuma das anteriores.
   O amor é químico é a mistura de hormônios.
   O amor é a física é a junção de corpos, em determinado espaço.
   O amor é divino é vida.
   O amor é Eros.
   O amor é amizade.
   O amor é astrológico, busca-se nos signos zodiacais o seu ponto de equilíbrio
                      Áries se equilibra com Libra.      
                      Touro      com              Escorpião
                      Gêmeos   com              Sagitário.
                      Câncer     com              Capricórnio.
                      Leão        com              Aquário.
                      Virgem    com              Peixes.
    Bem se esse não é o seu caso, não se preocupe com isso, não é científico.
    Amar é expor-se, é se submeter às vontades do outro, é perder a liberdade às vezes de ir e vir.
    O amor nos faz refém do outro LEVINAS.
    Só pelo amor o homem se realiza. (PLATÃO).
    Só pelo amor me realizei, sou pleno, tenho lar, esposa, filhos, netos, genro e nora.
    Espontaneamente e sem conhecimento astrológico, Áries se uniu a Libra, há 48 anos, o meu EU é Áries.
    Lembrando-me da Mitologia, ao amor, ergo uma taça de vinho ao Deus Dionísio e a Deusa Afrodite.
    Na Teologia, rogo ao Deus Supremo que me permita continuar amando.

Fontes de Referência:
A Escuta e o Silêncio Will GOYA.
Revista Ciência & Vida, ano II Nº 20 e ano III Nº 35.



                                                    PÉRICLES NEVES.
Pericles Neves
Enviado por Pericles Neves em 02/07/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras